Odontogeriatria brasileira ganha espaço na Revista Brazilian Dental Science

Odontogeriatria brasileira ganha espaço na Revista Brazilian Dental Science

A Odontogeriatria como uma especialidade odontológica no Brasil: O que foi conseguido depois de 15 anos? Leonardo.....

Read more

LANÇAMENTO livro de odontogeriatria no Brasil e America Latina

LANÇAMENTO livro de odontogeriatria no Brasil e America Latina

Odontogeriatria - uma visão gerontológica (1ª edição), de Fernando Luiz Brunetti Montenegro e Leonardo Marchini,.....

Read more

Alongamento para a terceira idade

Alongamento para a terceira idade

Com uma sequência de exercícios muito simples, dá para movimentar diariamente o corpo todo, evitando, ou pelo menos.....

Read more

Diabete pode aumentar risco de demência em 50%

Diabete pode aumentar risco de demência em 50%

A diabete pode aumentar o risco de Alzheimer e outros tipos de demência em até 50%, aponta relatório anual sobre a.....

Read more

Estudo aponta relação entre soníferos e risco de Alzheimer

Estudo aponta relação entre soníferos e risco de Alzheimer

A utilização de certos soníferos e tranquilizantes da família das benzodiazepinas por longos períodos pode aumentar.....

Read more

Pesquisa mostra que 87% dos adultos têm medo de chegar à 3ª idade

Pesquisa mostra que 87% dos adultos têm medo de chegar à 3ª idade

Especialistas dizem que, para quem já é idoso, a principal angústia se torna a solidão Mudanças no corpo, típicas da.....

Read more

ESGOTADA a edição do livro pioneiro de Odontogeriatria no Brasil e América Latina

ESGOTADA a edição do livro pioneiro de Odontogeriatria no Brasil e América Latina

Odontogeriatria -noções de interesse clínico de Ruy Fonseca Brunetti e Fernando Luiz Brunetti Montenegro

Read more

Odontogeriatria

Odontogeriatria

Uma importante área para um envelhecimento saudável O envelhecimento da população é um dos maiores triunfos da.....

Read more

Alongamento para a terceira idade

Com uma sequência de exercícios muito simples, dá para movimentar diariamente o corpo todo, evitando, ou pelo menos retardando, a perda natural e progressiva da flexibilidade, especialmente após os 60 anos
 
1-Em pé, com as pernas afastadas, flexione o cotovelo direito, com a palma da mão na orelha esquerda e fazendo um movimento suave para o lado. Segure por 15 segundos e repita do outro lado.
 
2-Em pé, mantenha as pernas afastadas e apoie as duas mãos atrás da cabeça. A ideia é forçar a cabeça, suavemente, para baixo, como se quisesse encostar o queixo no peito. Permaneça nessa posição por pelo menos 15 segundos e retorne à posição inicial, olhando para a frente.
 
3-Em pé, mantenha as pernas afastadas e apoie as duas mãos atrás da cabeça. A ideia é forçar a cabeça, suavemente, para baixo, como se quisesse encostar o queixo no peito. Permaneça nessa posição por pelo menos 15 segundos e retorne à posição inicial, olhando para a frente.
 
4-Em pé, com as pernas afastadas, eleve as mãos esticadas acima da cabeça. Faça um espreguiçamento, projetando as mãos unidas para o alto, como se o objetivo fosse alcançar o teto. Conte 15 segundos e retorne à posição inicial.
 
5-Em pé, com as pernas afastadas, estique o braço direito para o lado esquerdo, mais ou menos na altura do ombro. Com a mão esquerda, encoste no cotovelo direito e permaneça nessa posição por 15 segundos. Repita do outro lado.
 
6-Em pé, com as pernas afastadas, dobre o corpo para a frente. Flexione o joelho direito e apoie no chão a mão esquerda. Segure por 15 segundos e volte à posição inicial. Repita do outro lado.
 
7-Em pé, com as pernas afastadas, dobre o corpo para a frente e segure a ponta de um dos pés com a mão do mesmo lado, estendendo o joelho e alongado o tornozelo. O joelho do outro lado deve estar flexionado para garantir a estabilidade durante o movimento. Conte pelo menos 15 segundos e retorne à posição inicial. Repita do outro lado.
 
8-Em pé, cruze as pernas passando um pé à frente do outro e mantendo os joelhos flexionados. Dobre o corpo para a frente, soltando os braços em direção ao chão. Permaneça na posição por 15 segundos. Repita invertendo a perna que fica à frente.
 
9-Sentado em cima dos calcanhares, flexione o corpo para a frente, de modo que o abdome fique em contato com as coxas. Estenda os braços à frente, alongando-os também. Segure por pelo menos 15 segundos e volte à posição inicial.
 
10-Sentado, com as pernas unidas e pouco flexionadas, flexione o corpo para a frente, até que as mãos se aproximem o máximo possível da ponta dos pés. Conte 15 segundos e retorne.
 
 
Texto: Rita Trevisan/ Ilustração: Lucas Pauda/ Adaptação: Letícia Maciel